top of page
Buscar
  • Foto do escritorimprensa

Porto Cênico estreia espetáculo inédito só com mulheres em setembro


Projeto cultural terá cinco sessões de apresentações online e gratuitas, além de abertura com peça para infância

Em tempos de pandemia, o Grupo de Teatro Porto Cênico (Itajaí/SC) se reinventa e estreia, no mês de setembro, o espetáculo inédito “Uma epifania, uma tentação e uma obscenidade”. A iniciativa gratuita será transmitida online, em cinco versões diferentes, com atrizes convidadas de Itajaí, Joinville e Blumenau. A abertura da programação será com o espetáculo para infância “A sua voz: uma peça sobre Malala” (Florianópolis). Após cada apresentação haverá roda de conversa com o elenco. A programação faz parte do projeto “Porto Cênico: Outras Mulheres”, que tem patrocínio da Lei de Incentivo à Cultura de Itajaí, por meio da APM Terminals.

Com produção, execução e direção feita por mulheres, o projeto valoriza a força feminina no teatro catarinense. Ao todo, são 13 profissionais envolvidas, sendo oito atrizes. As temáticas das atividades perpassam o universo feminino e a construção coletiva como meio de fortalecimento das práticas teatrais feitas por mulheres atrizes do Estado de Santa Catarina. Os espetáculos serão transmitidos online pelo canal de YouTube do Grupo Porto Cênico.


A programação do projeto inicia no dia 7 de setembro com o espetáculo convidado “A sua voz: uma peça sobre Malala”, conduzido pela atriz Raquel Stüpp, de Florianópolis. As sessões são gratuitas e ocorrem às 11h e às 17h. A peça, inspirada na vida da ativista paquistanesa Malala Yousafzai, trata sobre a questão do direito à educação para todos e se interessa por dar voz às nossas crianças. Após o espetáculo, o público poderá interagir com a atriz através de uma roda e conversa online, também pelo canal de YouTube do Porto Cênico.


A sua voz: uma peça sobre Malala | Foto de Bruno Ropelato
A sua voz: uma peça sobre Malala | Foto de Bruno Ropelato

No dia 12 de setembro, às 20h, estreia o espetáculo inédito “Uma epifania, uma tentação e uma obscenidade”. Dirigida pela atriz Valéria de Oliveira, a peça conta com diferentes versões, explorando a interpretação de cada atriz convidada: Ângela Finardi (Joinville), Sabrina Moura (Blumenau), Zanza França (Blumenau) e Ana Marcolina (Itajaí). Carina Carboni, Paula Viena e Valéria de Oliveira integram o elenco do Porto Cênico. A dramaturgia é baseada em contos da autora Clarice Lispector e dos autores Caio Fernando Abreu e Ignácio Loyola Brandão.

“Este projeto nasce do desejo de seguirmos compartilhando vozes e presenças femininas no grupo Porto Cênico, de mantermos a importância do posicionamento e a autonomia da mulher catarinense no Teatro, e expandirmos nossas relações artísticas e afetivas de maneira mais fluida e diversa. Como fomos atravessados pela pandemia, decidimos levar o trabalho para ser realizado frente as câmeras e fazer o teatro chegar na casa das pessoas”, destaca a atriz e diretora do espetáculo, Valéria de Oliveira.

As apresentações do espetáculo “Uma epifania, uma tentação e uma obscenidade” ocorrerão ainda nos dias 17, 22, 24 e 26 de setembro, sempre às 20h. Após cada sessão haverá uma roda de conversa com as atrizes envolvidas. As discussões serão acerca de gênero, política, memória e diferentes formas coletivas de criação, pois cada apresentação desenvolve uma poética singular a partir da atriz convidada.

Sobre o espetáculo “A sua voz: uma peça sobre Malala” (Florianópolis)

Dirigido por Maria Amélia Gimmler e atuação Raquel Stüpp, o espetáculo para infância aborda a questão do direito à educação para todos e se interessa por dar voz às nossas crianças. O que elas têm para nos dizer? Como é a sua voz? A encenação partiu de um processo colaborativo de direção rotativa de cenas, em que a encenadora e a atriz, que assinam também a dramaturgia, criaram individualmente uma cena para cada uma das fontes de pesquisa elegida. A dramaturgia foi escrita a quatro mãos e criada a partir de uma pesquisa que teve como fonte seis publicações sobre a vida de Malala. Classificação: Livre, porém indicado para crianças de 6 a 12 anos, familiares e educadores.


A sua voz: uma peça sobre Malala | Foto de Bruno Ropelato
A sua voz: uma peça sobre Malala | Foto de Bruno Ropelato

Sobre o espetáculo “Uma epifania, uma tentação, uma obscenidade”

É um espetáculo que parte de uma construção coletiva entre as atrizes. Nasce em ensaios dentro das próprias casas e se funde a uma ideia de improviso, criação autoral e autônoma, performance e formação. O espetáculo parte de três contos brasileiros que falam de amor e solidão de formas poéticas e também inusitadas, com os quais nos desafiamos a construir a dramaturgia das cenas e do espetáculo em si. Serão apresentadas cinco versões diferentes e cada apresentação três atrizes interpretam os textos.

Confira a programação completa do projeto “Porto Cênico: Outras Mulheres”:

Segunda-feira - 07 de setembro

Abertura do Evento

Espetáculo: A sua voz: uma peça sobre Malala

Sessões: 11h e 17h

Sábado - 12 de setembro

Estreia do Espetáculo “Uma epifania, uma tentação, uma obscenidade”

Versão 01

Com: Carina Carboni, Paula Viena e Valéria de Oliveira (Porto Cênico)

Sessão: 20h

Quinta-feira - 17 de setembro

Espetáculo “Uma epifania, uma tentação, uma obscenidade”.

Versão 02

Com: Zanza França (atriz convidada), Carina Carboni e Valéria de Oliveira (Porto Cênico)

Sessão: 20h

Terça-feira - 22 de setembro

Estreia do Espetáculo “Uma epifania, uma tentação, uma obscenidade”

Versão 03

Com: Ana Marcolina (atriz convidada), Paula Viena e Valéria de Oliveira (Porto Cênico)

Sessão: 20h

Quinta-feira - 24 de setembro

Espetáculo “Uma epifania, uma tentação, uma obscenidade”

Versão 04

Com: Sabrina Moura (atriz convidada), Paula Viena e Valéria de Oliveira (Porto Cênico)

Sessão: 20h

Sábado - 26 de setembro

Espetáculo “Uma epifania, uma tentação, uma obscenidade”

Versão 05

Com: Ângela Finardi (atriz convidada), Carina Carboni e Valéria de Oliveira (Porto Cênico)

Sessão: 20h

OBS: Após cada apresentação haverá roda de conversa com as atrizes do elenco.




____________________________


Texto de Maikeli Alves

Comments


bottom of page